Loja Zaion

ZAION STREET SURF WEAR

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

UM ENFERMO OU UM PARALÍTICO NO TANQUE DE BETESDA?

UM ENFERMO OU UM PARALÍTICO NO TANQUE DE BETESDA? (João 5.1-15)

   Olhando mais detidamente ao texto referenciado ou ao contexto em si, é interessante se observar as 4 palavras(v3) que denotam as condições das pessoas que estavam à beira do Tanque: 

a) Efermos ( gr. asthenunton ) = 1) ser fraco, débil, estar sem força, sem energia , 2) estar carente de recursos, indigente, pobre 3) estar debilitado, doente.
b) Cegos ( gr. tiphlon ) = 1) cego , 2) mentalmente cego
c) Coxos ( gr. cholon ) = 1) coxo ,1a) privado de um pé, aleijado
d) Paralíticos ( gr. zeron ) = 1) seco , 1a) dos membros do corpo privados de seu sumo natural, retraído, definhado, murcho , 1b) da terra em distinção da água .


   Todas estas palavras, tanto falam sobre as condições físicas como espirituais, sendo que no contexto exegético, Jesus está chamando muito mais atenção para as condições espirituais destas pessoas à beira do Tanque.

   Quando analisamos a palavra empregada no verso 5, "enfermo", em nenhum momento o texto diz que o tal homem é um paralítico, a isto chamamos na Teologia de "eisegese", ou seja, dizer algo do texto, que o texto original não está dizendo.
   O verso 5 diz claramente "enfermo", só que uma coisa interessante acontece nesta citação em especial, é o uso de uma palavra que vem antes da palavra "enfermo" e que não foi traduzida dos originais, refiro-me a palavra "echon en te astheneia", ou seja , o enfermo empregado nas traduções, omitem esta expressão do original. Mas o que este verso quer dizer?  
Empregando a hermenêutica do mesmo, o texto quer dizer que aquele homem era um debilitado, sem forças; muito mais no sentido, de uma enfermidade da alma que no sentido físico. Poderíamos dizer que aquele homem estava num profundo grau de depressão. Agora o que chama muito a atenção é a palavra "echon", veja só o que significa :
1) Segurar mesmo algo; Agarrar algo, prender-se ou apegar-se; 2) Estar estreitamente unido a uma pessoa ou uma coisa. 

   Esta palavra "echon" denota possessão de algo, ou seja este homem privava-se de se lançar no tanque, por medo de perder a única coisa que possuía ou que via como o seu maior bem, que era a sua maca, sua cama. Daí se entende porque Jesus foi até a aquele homem para operar o milagre na vida dele. Ele não precisava apenas de cura, mas também de libertação! 

Deus o abençoe ricamente a todos que se beneficiarem desta explicação. 

Meu sinceros agradecimentos ao irmão e pastor Carlos Sidney  que muito ajudou através do seu conhecimento.

VIVA EM CRISTO e Deus te abençoe.
Pastor Edson
Ministério Apostólico Viva em Cristo

4 comentários:

  1. Amado Pastor , peço por gentileza a correção destes : "Olhando mais detidamente ao texto referenciado ou ao contexto em si, é interessante se observar as 3 palavras(v3) que denotam as condições dos que estavam enfermos à beira do Tanque" ( não são 3 palavras , mas sim 4 palavras ) rs

    Fique a vontade para correção de possíveis erros ortográficos e conjugações verbais . Se o amado Pastor quiser , pode harmonizar o texto , numa linguagem mais coloquial possível , para que todos possam compreender .

    Grato .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Retirar a palavra "enfermos" antes de "à beira do tanque" . Caso alguém queira refutar esta exegese , tenha total liberdade para tal !

      Excluir
    2. Obrigado Pr Carlos. Fiz as correções.
      Deus te abençoe.

      Excluir
    3. Sem querer ofender meus amados. Mas ah um extremo quando se diz que o paralitico não queria perder a sua maca e por isso não fazia esforços para ir ao tanque. Leiam o vs 7. O próprio paralitico diz pra Jesus que quando ia entrar no tanque outros vinham antes dele. Um forte abraço meus irmãos ... nada pessoal ... amo todos em Cristo..

      Excluir